sexta-feira, 1 de agosto de 2008

AS RAÇAS

Os ditos seres humanos
Sofrendo os horrores da lapidação
Mais parecem bonecos de pano
Manipulados pelo pensamento
E pela imaginação

Pretos brancos e amarelos
Ricos pobres e remediados
Muitos fazem apelos
Outros sofrem calados

Não sabem o que foi que fizeram
Já não suportam o peso da cruz
Na matéria são mártir, martirizados
Sofrendo a clamar por Jesus

Os povos, as raças,os proletários
Brancos, amarelos, mulatos e negritos
Todos sofredores e aflitos
Pelas hecatombe do sistema planetário

Uns amam , outros condenam
Um Deus que os fez e os esqueceu
Pois não conhecem a gênese verdadeira
Só os contos e história de fariseu

Brilha a luz da divina providência
O livro da vida esta materializado
O verdadeiro Deus deu clemência
E mandou o livro sagrado

A porta do universo esta aberta
Para libertação da matéria animal
Para não sofrerem mais os horrores carnal
É ler o livro e ser Racional.


Livro PÉROLAS SOLTAS DO ALÉM
Autoria O.P.P

2 comentários:

iranides disse...

Parabéns Poetisa Racional do Terceiro Milênio. Você tem uma nobre missão.....a de escrever versos, inspirada pela LUZ RACIONAL,que tanto bem faz ao nosso "EU", trazendo paz, alegria e muita harmonia!!!!!

Dórothy disse...

Parabéns além de lindos e verdadeiros, seus versos veem com a ardua tarefa de ajudar por meio das palavras a abrir os olhos do mundo, que tanto precisa desencantar!
Abraço!